Cristo está na sua vida?...

Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores... Mateus 7:15

Somos seguidores de Cristo, não de homens - Gálatas 1:10        

Segunda-feira, 9 de Maio de 2005

- como o milho de pipoca




COMO O MILHO DE PIPOCA


"Milho de pipoca que não
passa pelo fogo continua a ser milho por toda a sua vida."



Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando
passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida
inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não
percebem. Acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de
repente, vem o fogo.



O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos...
DOR.


Pode ser fogo de fora: perder um amor, pessoas queridas, o emprego,
ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade,
depressão - sofrimento cujas causas ignoramos. Há sempre o recurso do
remédio: Apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. E, com isso a
possibilidade da grande transformação também.



Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez
mais quente, pensa que não terá salvação. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente. Não
pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A pipoca
não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem prévio aviso, pelo poder do
fogo, a grande transformação acontece.



BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente que ela
mesma nunca havia sonhado.



Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a
estourar. São aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente,
recusam-se a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa
do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho
que não estoura. O destino delas é triste. Ficarão duras a vida inteira. Não
vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria
para ninguém.

 



Moral da história:




O que aconteceu com você até agora, não é o que vai definir o seu futuro,
e sim a maneira como você vai reagir a tudo que aconteceu. Sua vida pode
ser diferente, não se lamente pelo passado, construa você mesmo o seu
futuro, mas sempre segurando na mão de DEUS.



Encare tudo como uma lição de vida, aprenda com seus erros e até mesmo com
o erro dos outros. O que aconteceu é o menos importante. O que realmente
importa é o que você vai fazer com o que acontecer.

 



Liberdade Cristã editou às 17:50
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 14 de Maio de 2005 às 14:33
Lindo este texto, só não concordo com o fim que é pela mão de Deus, mas sim o fogo seja ele de que ordem for, é necessária ao desembrutecimento,
obrigado pela mensagem linda que li.Joao Grilo
(http://serene.blogs.sapo.pt/)
(mailto:joa_grilo@sapo.pt)


Comentar post