Cristo está na sua vida?...

Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores... Mateus 7:15

Somos seguidores de Cristo, não de homens - Gálatas 1:10        

Terça-feira, 7 de Junho de 2005

- Fugir de Deus






"L
evanta-te, vai à
grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até
à minha presença." (JN 1:2)

"Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E
descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua
passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para
longe da presença do SENHOR." (JN 1:3)





Amados, gostaria de meditar com
vocês nessa passagem que encontramos na Bíblia, nas referências já citadas
ao fim de cada versículo.



Enquanto me alimentava com a
Palavra, dias atrás, o SENHOR chamou-me a atenção e quebrantou-me
profundamente através desse texto...



É interessante observarmos a
ordem dos imperativos, a sequência de posições que aparecem aqui, e que,
sem percebermos, muitas vezes, estão ocorrendo em nossas próprias vidas,
de modo que estamos a imitar Jonas sem perceber, e a enfrentar a
tempestade no mar, quando somos nós a causa das tempestades.




Levanta-te
,
é a primeira ordem de DEUS enviada à Jonas... Indica então que Jonas
deveria estar pelo menos sentado... Quem sabe descansando, alheio à
necessidade de DEUS e de um povo que estava prestes a ser destruído por
causa do seu pecado e da sua ignorância. Então DEUS vem e desperta
Jonas... Levanta-te! Para recebermos o comissionamento de DEUS é mister
que estejamos de pé... prontos! Apenas aguardando a ordem... Não podemos
estar prostrados... Não há progresso ou qualquer avanço prostrado.




Vai...
depois de sermos levantados, depois de nos colocarmos de pé,
então temos que tomar uma atitude... ir! Vai à grande cidade de Nínive...
DEUS não apenas ordenou que fosse, mas lhe foi específico, claro, quanto
ao destino...

à grande cidade de Nínive.





E clama contra ela...


Teremos coragem? Quantas vezes recebemos claramente a orientação do
Espírito de DEUS para que clamemos, para que profetizemos, para que
falemos a Sua Palavra a alguém... mas então... tememos e trememos...
Porque o destinatário da mensagem é "grande"... É "feroz"  ou 
"valente"... Nínive era uma grande cidade... Mas sua grandeza de nada lhe
adiantou, estava para ser destruída... Mas poderiam salvar-se... Se Jonas
obedecesse!



De facto Jonas "
se levantou", mas
foi para "
fugir da presença do SENHOR"... como se fosse possível!



E quanto a nós?



Quantas vezes temos tomado a
direcção oposta àquela que sabemos ser a correcta?



E quantas vezes, não nos
encontramos em meio à tempestades, e até "dormindo" no porão do nosso
"navio", enquanto que pessoas estão desesperadas ao nosso redor, e até
prestes à morrer, caso persistamos em nossa própria directiva...



Pensemos nisto!



Que direcção temos tomado? Será
que a "tormenta" da qual tanto nos queixamos não se levantou no dado
momento que "fugimos da direcção de DEUS"?



Que o SENHOR JESUS possa nos
trazer cativos à Sua obediência, e que pelo Seu Espírito Santo, possamos
estar sensíveis à DEUS, a ponto de tomar a direcção correcta, não levando
pessoas a sofrer por nossa causa, antes, que possamos estar no lugar que
DEUS nos quer levanto arrependimento e salvação por onde passamos!
</em>





Carlos Alberto Bachtold


 

Liberdade Cristã editou às 21:34
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 17 de Julho de 2005 às 14:13
Muito fixeFernando
</a>
(mailto:fermsp@tugamail.com)


De Anónimo a 21 de Junho de 2005 às 17:48
Se continuarmos a historia de Jonas, para mim, cheia de significado, poderemos ver que jonas fugiu do Senhor, e o Senhor voltou a chamar a atenção de jonas fazendo-o passar algumas provações, que ele não passaria se tivesse sido obediente, porém e ainda que contrariado, jonas acabou por ceder ao Senhor, e ao chegar a Ninive, acabou por fazer o seu trabalho ainda que descrente. Mas que maravilha, o povo de Ninive vestiu-se de cinza e saco, o povo de Ninive arrependeu-se, mas ficou jonas contente... nem por isso, voltou a reclamar, acabando por se sentar à sombra da abobreira, e o que fez o Senhor, protegeu mais uma vez Jonas. No fundo o mundo é assim, nós somos assim, em todos nós há um pouco de jonas, descrentes, e querendo fazer justiça, sem olhar que por vezes onde semeamos a palavra, ela cai em boa semente e dá frutos.
bem hajam

Maria maria
(http://jonas)
(mailto:mad.claro@clix.pt)


Comentar post