Cristo está na sua vida?...

Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores... Mateus 7:15

Somos seguidores de Cristo, não de homens - Gálatas 1:10        

Domingo, 2 de Janeiro de 2005

- Necessidade vital de disciplina em suas várias formas


Necessidade vital de disciplina em suas várias formas


 


Quando há disciplina, tudo decorre decentemente e por arranjo, é assim na adoração a Jeová e o mesmo deve acontecer a nível familiar. Cabendo a nós pais, disciplinar os nossos filhos.

Mas o que realmente é a disciplina ? Tomemos um exemplo...

Todos nós aqui presentes, sabemos que qualquer atleta para obter bons resultados tem que treinar.

Disciplina é precisamente isso; um treinamento para corrigir a nossa mente e o nosso coração.

Mas tal como o atleta tem que treinar diariamente, também a disciplina deve fazer parte do dia-a-dia.

Em Efésios 6:4 o apóstolo Paulo nos aconselha: "
Prossegui em criar os filhos na disciplina e na regulação mental de Jeová "


Duas das principais características de Jeová são: sabedoria e amor.

Se realmente queremos seguir tais exemplos, devemos disciplinar com amor,
apelando ao raciocínio. Diferentes filhos requerem diversos tipos de disciplina, por vezes só raciocinar não basta e torna-se necessário algum tipo de punição: Mas em tal situação devemos ter sempre em mente, o que nos diz Paulo em Efésios 6:4 " Vós pais não estejais irritando os vossos filhos. "

Quando se repreende uma criança, é importante dar-lhe a conhecer o porquê da sua punição, para que compreenda onde errou.

Uma boa forma de disciplinar é fazer os filhos sentirem as desagradáveis consequências do seu mau comportamento.

Por exemplo:

Se ela sujou algo, fazê-la limpar isso causará a mais forte impressão possível.

Tratou mal alguém? Façamos com que ela peça desculpa a pessoa afectada.

Para além dos exemplos apresentados, podemos ainda negar-lhe certos privilégios por algum tempo.

Se procedermos desta forma, nossos filhos aprendem a sabedoria de apegarem-se a princípios correctos.

Jeová Deus, ensina-nos muito a respeito de como disciplinar.

Devemos ter em atenção, pelo menos dois pontos da forma como Jeová repreendeu seu povo.



1)  Ele usou de limites em sua punição.

2)  Ao disciplinar teve o cuidado de demonstrar que não os estava rejeitando, mas se os estava repreendendo, era porque se preocupava com eles e estava disposto a ajudá-los.



Podemos confirmar isso em Jeremias 46:28.Por citação neste versículo há três pontos importantes, tais como: "Não tenhas medo...
pois eu estou contigo"
e ainda " Todavia, terei de castigar-te no
devido grau"


Nós pais, devemos ter domínio e auto controlem situações delicadas, nunca esquecendo que a bíblia não aprova açoites furiosos ou espancamentos graves, que podem causar graves danos ou até mesmo ferir gravemente a criança. Que nos sirva de orientação o que diz (Provérbios16:32)
"Melhor é o vagaroso em irar-se, do que o homem poderoso e aquele que controla seu espírito do que aquele que captura cidades".


Resumindo, os filhos precisam de restrições o que significa que nós pais, temos de estabelecer regras e necessária impô-las através de disciplina.
Temos que faze-los entender de uma forma progressiva que o motivo dessas regras é que nós queremos o que é melhor para eles. O principal objectivo dos pais que usam de discernimento, é ensinarem seus filhos a usarem seus filhos a usarem sua faculdade de raciocínio, para que assim possam tomar decisões por conta própria.

É importante não criar regras de mais, nem disciplina muito dura, tenhamos em atenção o que diz Colossences 3:21 " Vós pais não estejais exasperando os vossos filhos, para que não fiquem desanimados".

Façamos pois, nossos filhos sentir-se seguros e edificados no lar, não permitamos nunca, que eles se sintam sobrecarregados ou arrasados, é importante que eles percebam, que os amamos e estaremos sempre a seu lado.


 

Miguel Roque

Liberdade Cristã editou às 18:40
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 16:05
"Havia um grande muro separando dois grandes grupos... De um lado do muro estavam Jeová, os anjos e os servos leais de Jeová...
Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Jeová...
E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Jeová ou se deveria aproveitar um pouco os prazeres do mundo... O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Jeová chamavam-no e gritavam sem parar por ele: 'Ei....Desce do muro agora... Anda pra aqui!!!!!
Já o grupo de Satanás não gritava e nem dizia nada....Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a Satanás: 'O grupo do lado de Jeová fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles... Por que vc e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?
Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu: 'É porque o muro é meu!!!!

Isso mostra que quando um cristão vai as reuniões e ao campo e ao mesmo tempo fica participando das coisas do mundo, ele já está do lado de Satanás, pois não existe meio termo... Ou serves a Jeová ou serves a Satanás...
Lembra-te sempre: Quem fica "em cima do muro" serve a Satanás, porque o muro é dele mas Jeová nos deu o livre arbitrio para escolhermos, se queremos viver ou morrer...o mundo esta passando e tambem o seu desejo...

Se mil anos são um dia aos olhos de Jeová, e olharmos a história do ponto de vista dele, chegaremos a entender que:

Adão foi criado há 6 dias atrás, e Jeová fez planos de imediato para restaurar o que Adão perdeu para seus descendentes. 39 horas e 45 minutos mais tarde Jeová teve que agir para impedir que Satanás e seus demônios de arruinar a terra com toda a sua violência e dar um novo começo para 8 pessoas justas.

10 horas mais tarde, no mesmo dia, um pacto foi feito com Abraão para garantir que Jeová iria prover um resgate e assim restaurar as coisas para os eu devido lugar.

Logo no dia seguinte, Israel fugiu do Egito, e o tabernáculo foi construído, após o pacto da lei ser implementada.

1 dia, 1 hora e 48 minutos mais tarde o resgate foi pago e a humanidade assim estava salva.

2 horas e 2 minutos atrás, Jeová entronizou seu filho e deu-lhe o seu reino para finalizar os arranjos para o novo sistema de coisas e dentro de minutos tudo irá acabar para aqueles que querem perturbar seus propósitos.

o tempo esta passando...falta pouco tempo seria lindo ver -te no paraiso dizendo eu amo a jeová e seu reino ....

os irmaos unidos e Jeová lá de cima batendo palma para você...pense...temos que obedecer a Jeová e não a homens e ele usa tais para comprir seus propositos.

abraçosrichard
(http://www.kassa.vpg.com.br)
(mailto:jr_matix@hotmail.com)


Comentar post