Cristo está na sua vida?...

Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores... Mateus 7:15

Somos seguidores de Cristo, não de homens - Gálatas 1:10        

Domingo, 6 de Fevereiro de 2005

- Ponto preto






 

" Ponto preto "





Pegue uma folha de papel e faça um ponto preto nela, bem no centro.

Mostre para as pessoas ao seu redor. O que elas geralmente vão dizer: "um ponto preto, isto que estou vendo". Poucas pessoas irão dizer: "uma folha com uma enorme área branca e um minúsculo ponto preto". Quer admitamos ou não, a última explicação é a mais coerente com a realidade. Assim somos nós, condicionados a perceber e filtrar somente os destaques negativos da vida, quer sejam os nossos, quer da humanidade. Enxergarmos muitos pontos pretos, mas desconsideramos o mar branco que os cerca. Uma visão assim é uma visão não inteligente e não sóbria da vida.



Assim quando alguém nos fere, nos magoa, criamos um ponto preto, e este ponto anula tudo de bom que foi feito por nós e muitas vezes colocamos um ponto preto em nós mesmos. A vida se torna um duelo de tiro único, ou você acerta, ou você morre, ou nossos amigos, companheiros são perfeitos ou não podem ser. Esta abordagem nem pode se classificada de infantil, pois mesmo as crianças se agridem, choram, e logo estão brincando e rindo de novo (isto é fantástico, poderíamos aprender muito com elas), antes, este tipo de visão "tiro único" é míope, traz dor, principalmente para os que a praticam, e não são poucos.



Algumas pessoas ficam abaladas com tragédias humanas que vez por outras acontecem. Ninguém em plena saúde mental, social e espiritual, desejaria causar uma tragédia. Porém o facto de existirem terror na humanidade não significa que toda a humanidade seja terrorista. De 1000 pessoas que você conhece, quantas vc classificaria como tal? Eu particularmente, pessoalmente, nunca conheci um, a grande maioria da humanidade quer apenas viver, ter filhos, uma família, alguns mais, outros menos, porque se deveria considerar esta ampla maioria, como má por causa de actos de terror cometidos por pessoas com sérios problemas e absortas por uma atmosfera vingativa, punitiva e justiceira, uma vez que esta mesma atmosfera vai gerar ainda mais o facto gerador de seus problemas, ou seja a violência, o terror, a guerra, a morte e os traumas?



Se você se permite viver, se permite ser uma pessoa boa, porque não estende este privilégio aos seus semelhantes? Se vê em vc uma chama de verdade, de luz, porque os outros também não podem ser o mesmo? Se vc se sente oprimido, sem saída, o que faz você pensar que é o único(a), quando na verdade você é apenas mais um descobrindo os segredos da vida?



E quantos de nós não gostaríamos de ser julgados pela grande área branca de nossa personalidade? Porém quando julgamos a outros, será que lembramos desta mesma área? Porque concedemos a nós uma enormidade de desculpas ao passo que a desculpa aos outros é tão difícil? Sabe porque é difícil? Porque você não tem todos os factos, todos os problemas envolvidos, muitas coisas você ignora, outras não tem tanto peso, porém com você é diferente: você conhece a maioria dos detalhes de sua vida, logo o julgamento que você faz é muito mais ameno, muito mais "justo". Toda esta cadeia de julgamentos imprecisos causam uma enormidade de dores e sofrimentos, é a grande "maldade" que ronda a humanidade através dos séculos.



Cristo nos deixou uma coisa que dá o que pensar: "Não julgueis, para não serdes julgados", "não julgueis e 'de modo algum' sereis julgados".



Dê valor ao que há de bom nas pessoas, você verá que em pouco tempo, estará descobrindo muitas coisas boas em você mesmo.





Atenciosamente

Maurilio










Liberdade Cristã editou às 10:37
link do post | comentar | favorito
|